domingo, 29 de maio de 2011

Como Treinar?


Treine 3 vezes por semana e corra bem
Edição 202 - JULHO 2010 - MARCELO AUGUSTI
Nem todos os corredores dispõem de tempo suficiente para realizar treinos em seis ou sete dias da semana. Entretanto, isto não significa que não se possa alcançar um rendimento satisfatório nas competições esportivas.

Assim, para otimizar o tempo e proporcionar um trabalho de qualidade, o corredor deve priorizar determinados tipos de treinamento que o tornem resistente e veloz para enfrentar as diversas distâncias.
O desafio de tornar a corrida em algo específico às necessidades individuais passa pela divisão do plano de rendimento em etapas. Para o nosso propósito, essas etapas serão:
Desenvolvimento: buscando a melhora do condicionamento do corredor para "treinar melhor";
Aperfeiçoamento: buscando a melhora do rendimento do corredor para "competir melhor";
Restauração: buscando a recuperação do corredor para "descansar melhor"

Com estes três conceitos, podemos elaborar o plano de rendimento esportivo de modo que o corredor venha a obter o seu melhor desempenho nas competições. O plano que vamos apresentar consiste em três dias de treino na semana, o que será suficiente para as pretensões dos corredores mais exigentes e com reduzido tempo para dedicar-se aos treinamentos.
Conforme a nossa proposta, temos três tipos de treinamento para os quais o corredor deverá dispor de tempo para realizar um trabalho de qualidade que atenda aos conceitos expostos. Assim, temos os seguintes treinamentos:
T1 : Visa melhorar a resistência geral do corredor. Caracteriza-se por ser de baixa a moderada intensidade e de volume moderado a alto;
T2: Objetiva a melhora da velocidade e resistência específica do corredor. Caracteriza-se por ser de moderada a alta intensidade e de volume moderado;
T3: Destinado à melhora do ritmo de competição. É de alta intensidade e baixo volume.

Na primeira etapa do plano, o desenvolvimento, com duração de 8 semanas, o corredor deverá utilizar o T1, que é um trabalho predominantemente aeróbico, e o T2, um trabalho misto (aeróbico x anaeróbico).
Na segunda etapa do plano de rendimento, o aperfeiçoamento, com duração de 4 semanas, o corredor irá utilizar o T2 e o T3, que é predominantemente anaeróbico.
Na semana da competição, o corredor deverá realizar treinos T1, com trotes entre 30-45 min e algumas acelerações entre 100-200m para "soltar" os músculos e manter a "memória" muscular relacionado à velocidade e ritmo de competição, por 2 vezes na semana. O terceiro "treino" será a própria competição.
Já na semana posterior à competição, temos a etapa de restauração, que será caracterizada por 2 treinos tipo T1, com trotes entre 30-45 min e alongamentos. Para os 10 km, uma semana será suficiente; para a maratona, de 2 a 3 semanas de restauração são indicadas como ideal. Após esta fase, o corredor poderá reiniciar o ciclo de treinamento, com um novo plano de rendimento esportivo.
Estas são as especificações da nossa proposta de treinamento para os corredores com pouco tempo destinado à prática da corrida, mas que, mesmo assim, têm pretensões de obter bons resultados nas competições.
Os exemplos aqui expostos podem ser modificados conforme as necessidades de cada caso particular, porém, sempre se seguindo as premissas básicas da proposta, ou seja, o plano de rendimento esportivo e os tipos de treinamento que devem ser aplicados em cada etapa.
A partir daqui, é com você, amigo corredor. Bons treinos e boas provas!



http://revistacontrarelogio.com.br/interface/icone-comment.png20 PESSOAS COMENTARAM
20 Respostas para “Treine 3 vezes por semana e corra bem”
  1. Jader Schlichting, em 29/outubro/2010 às 11:37 diz:
Não estou conseguindo abrir os exemplos. Abraço Jader
  1. Viviane, em 2/novembro/2010 às 18:29 diz:
Será mesmo que um treino de três vezes por semana será suficiente para realizar uma maratona? Quero começar a me preparar para a maratona de Paris do ano que vem, e acho que é necessário mais treinos do que o orientado.
  1. sergio rocha, em 3/novembro/2010 às 12:53 diz:
Oi Jader,
Já solucionamos o problema.
Abs
Sergio
  1. sergio rocha, em 3/novembro/2010 às 14:42 diz:
Oi Viviane,
Com dedicação e disciplina nos treinos digo que é possível. Eu mesmo usei um método (F.I.R.S.T) para a Maratona de Porto Alegre e funcionou. Veja a matéria neste link:
  1. Emerson Iser Bem, em 20/novembro/2010 às 9:26 diz:
Olá Viviane,
Se o objetivo é apenas completar a maratona, é possível sim. Para alguns individuos pode até ser o ideal, pois permite melhor recuperação entre os treinos. Agora, se o objetivo é melhorar a marca, realmente pode ser pouco.
Bons treinos!
Emerson
  1. sergio rocha, em 20/novembro/2010 às 18:28 diz:
Viviane, olha só quem respodeu essa pergunta para vc…. Não é sempre q a gente pode contar com um campeão da São Silvestre (1997) para nos aconselhar :)
Valeu Iser Bem!
  1. Emerson Iser Bem, em 21/novembro/2010 às 0:30 diz:
Olá Sérgio!
Estou sempre acompanhando vcs por aqui também!! E aqui podemos ver as opiniões do pessoal sobre os assuntos que estão na revista.
abç a todos!
Emerson
  1. wagner teixeira, em 30/dezembro/2010 às 22:53 diz:
Sempre quando treino e mesmo depois da corrida de 5 km ou 10 km, no dia seguinte surgem dores terríveis no calcâneo de aquiles. Tenho de fazer alogamento ainda deitado, esticando a perna e puxando as pontas dos dedos em direção ao peito. Só assim consigo me levantar e colocar o pé no piso. Qual a causa e o tratamento adequado?
  1. Sandra, em 2/janeiro/2011 às 12:11 diz:
Ola! Quero me preparar pr uma meia-maratona esse ano. Como devo adaptar a treinamento? Se eu seguir o de 10k consigo?
Tou correndo provas de 10k e fiz minha primeira Sao Silvestre (2010).
Obrigada
  1. Paulo Ricardo, em 6/janeiro/2011 às 17:51 diz:
Olá, será que alguém pode me ajudar nos treinos??????
Preciso de um treinamento para 10 km, atualmente estou com uma marca ruim, mas já corri em 34 min., gostaria de baixar esse tempo….
um forte abraço….
  1. edicarlos rodrigues, em 10/janeiro/2011 às 22:23 diz:
Se vc ja correu para esse tempo você precisa de uma assessoria que entenda seu foco , quero apresentar a voce a assessoria de adriano bastos, você concertesa ira melhorar seu tempo nos 10km , mande um e-mail para ele ,que ele ira te informar como funciona os treinos , visite o site do http://www.adrianobasto.com.br , ele tera tudo o que você precisa ,ok um abraço
  1. manoel, em 12/janeiro/2011 às 23:12 diz:
Boa noite.
Eu estou acostumado a fazer corrida de 10km e 21km, mas este ano pretendo planejar para participar da maratona de Curitiba e do Rio de Janeiro,quantas vezes por semana devo correr e o longo de final de semana até quantos km devo correr.
  1. Dimas, em 26/janeiro/2011 às 17:24 diz:
Olá Sergio. Já participei de algumas Maratonas por aí e atualmente me preparo para Santiago e estou utilizando o método FIRST (3×2)q vc citou. Pouco volume e muita intensidade e nos dias de regenerativo faço natação. O q posso lhe dizer (como vc bem sabe de causa própria), as planilhas são “Punk” e não tem moleza. Vou arriscar e ver no que dá, já que alto volumes de treinos já estavam me desestimulando.
Abraços
Dimas
  1. sergio rocha, em 26/janeiro/2011 às 22:55 diz:
Fala Dimas,
Funciona q é uma beleza. Deu muito certo para mim em Porto Alegre 2008, em que sobrei na prova. Vc vai ver que lá para a 4-6ª semana de treinamento vc consegue fazer os treinos com mais tranquilidade e melhor do que vc acha q poderia.
Abs e bons treinos!
Sergio
  1. Flavia, em 21/fevereiro/2011 às 20:42 diz:
Olá a todos,
Corro ha um certo tempo e tenho começado a perceber que por falta de um bom programa de musculação meu desempenho nao tem evoluido…Gostaria,se possivel,de algumas dicas para iniciar e melhorar o meu condicionamento.
Obrigada!!!
  1. Jeferson, em 6/abril/2011 às 18:50 diz:
Olá,
Treino três vezes por semana e já corri diversas meias e maratonas. Meu treino é um pouco diferente, na terça tenho um regenarativo de 12 a 15 KM, na quinta faço intervalados ou fartlek e no sábado longões, que variam de 20 a 35, dependendo do estágio de preparação que me encontro. Três vezes por semana faço musculação e um dia Pilates (para melhorar a flexibilidade). Assim não me sinto tão cansado e estou mais motivado. Abraço
  1. Jamil Dubar, em 8/abril/2011 às 12:06 diz:
Concordo. Treinei 3 vezes por semana para me preparar para a minha primeira maratona e deu muito certo. Em outros dois dias da semana, fazia musculação/exercícios funcionais. Bons treinos a todos !
  1. Adailton Antonio de Oliveira, em 28/abril/2011 às 17:25 diz:
senhores, tempo de tres dias pode ser bom, preciso que vcs orientaoes para treino de 10 e 5 km estou realizando um trabalho com jovens da minha cidade preciso do apoio de vcs, o primeiro joven tem 21anos já fez uma competiçao de 11km e obteve um resultado de 36m e 45seg.
abraços Adailton Oliveira
  1. wilson L Torres, em 2/maio/2011 às 16:28 diz:
oi!…acho bem impossivel: 3vz por semana dar bom resultado, de imediato, para correr uma maratona !..pode ate tentar, q o bicho e feio. depois q esta na estrada . sou se carapicuiba.desculpe!….
  1. André Gonçalves, em 12/maio/2011 às 8:47 diz:
Gostaria de parabenizá-los pela excelente matéria. Corro há pouco mais de um ano e convivia (até ler este texto) com o dilema de arrumar mais dias na agenda para melhorar meu desempenho. O treino de aperfeiçoamento era o que faltava para complementar meus treinos pré-corrida.
Farei uma nota em meu boot recomendando esta matéria para os muitos, como eu, que não dispõem de tempo para mais treinos.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Boas músicas para o final de semana.

Boas músicas para um bom fim de semana.

Charge do RN...

Música para sexta feira...

 Viva compositores sérios que compõe músicas que levam a tona os problemas de nossa sociedade brasileira!
Reflita sobre a letra de cada música...

Ironman Brasil e vaga no Havaí

O mantra do homem de ferro

Dois mil triatletas disputam Ironman Brasil em Florianópolis, sonhando com vaga no Mundial do Havaí
É preciso cruzar a linha de chegada para entender. Esta frase é repetida há 32 anos na mais famosa prova de triatlo do mundo, o Ironman do Havaí. Isso é quase um mantra para a comunidade deste esporte. É a resposta pronta para quando perguntam a um triatleta o porquê de resolver nadar 3,8km no mar, pedalar 180km e correr, após tudo isso, uma maratona (42,2km).
Lá, na ilha de Kona, a disputa do Mundial acontece sempre no sábado, com a primeira lua cheia de outubro. Aqui, em solo verde-amarelo, em Florianópolis, o Ironman Brasil é a única seletiva sul-americana para aqueles que sonham em viver a experiência no mágico arquipélago americano. E o dia de se cruzar “a linha brasileira” para dois mil triatletas será no próximo domingo, na 11ª edição da competição. Para ter noção do sucesso do evento, as inscrições para 2011 acabaram dois dias após a prova de 2010. Para 2012? Bem, se você pensa em estar lá, pode se preparar porque a expectativa é que as vagas, limitadas a dois mil atletas, acabem em um dia.
Maior que o carnaval
Além de atrair milhares de triatletas, entre homens e mulheres, de 18 a 75 anos, provenientes de 34 países, o Ironman Brasil promove um impacto econômico em Florianópolis, podendo ser comparado ao de alta temporada na cidade. A prova representa, no turismo da cidade, uma ocupação maior que a do feriado de carnaval, com um faturamento de R$ 10 milhões. Por ser reconhecido internacionalmente e com números que impressionam o mercado esportivo brasileiro, mais de 50 organizações buscam se associar às marcas do evento, que chama a atenção de 25 mil espectadores nas ruas da capital catarinense.

Muitos leigos e novatos confundem o nome da prova com o esporte, o que é até justo, pois o triatlo cresceu a partir do sucesso do Ironman. Para acabar de vez com a dúvida, a simplicidade: todo Ironman é um triatlo, mas nem todo triatlo é um Ironman.

A prova olímpica, por exemplo, tem distâncias de 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida e faz parte dos Jogos Olímpicos, desde de Sydney-2000. O triatlo é considerado o esporte que, em menor tempo de existência (foi criado na década de 70, na Califórnia), atingiu o status olímpico. Para tanto, mostrou ao COI que já era praticado em vários países, além do número de adeptos crescer a cada ano. A estreia na Austrália foi marcante, milhares de pessoas espalhadas pelas ruas da cidade-sede acompanharam o desempenho dos atletas.

Bem, como pode se ver, o esporte “pegou”. Hoje já são 26 seletivas para o Mundial no Havaí, espalhadas pelo mundo. No Brasil, são oferecidas 50 vagas aos atletas amadores interessados. Amadores? Sim. Em
sua maioria, os participantes são pessoas comuns, que trabalham o dia todo, treinam as três modalidades e ainda têm coragem de largar nas areias de Jurerê Internacional, de onde partem os dois mil atletas para o início do longo dia. Entre eles, apenas 30 competidores estão na categoria profissional. A média de tempo de chegada dos amadores fica entre 11 e 12 horas, mas o limite é de 17, ou seja, se a largada é às 7h, o fim da prova é... meia-noite, e num frio que até os atletas europeus sentem bastante.

Para este ano, a prova contará com a volta do maior nome do triatlo nacional, a niteroiense Fernanda Keller, seis vezes terceira colocada no Mundial do Havaí. Fernanda já foi bicampeã em Florianópolis e, aos 47 anos, volta bem treinada, como sempre, após um ano de afastamento do esporte. Entre os homens, Santiago Ascenço, de Goiânia, é a grande esperança brasileira, pois ano passado conquistou a terceira colocação após uma prova bem constante.

E entre os amadores, quem são os favoritos? Isto é o que menos importa para esta categoria. Para a maior parte da massa de anônimos, o que vale é participar. O casal Virgílio e Solange Andrade é um bom
exemplo.
Exemplos de vida
Ele, tem 64 anos, fez seu primeiro triatlo em 1985 e, de lá pra cá, disputou “simplesmente” sete provas de Ironman no Havaí e quatro no Brasil. É um dos melhores triatletas masters do país e ressalta seu amor pelo esporte:

— Participei de várias maratonas antes de entrar para o triatlo. Fui remador durante 15 anos e joguei futebol de areia desde os 10 anos de idade. Neste domingo, farei meu 13 Ironman. O esporte sempre será minha paixão.

Solange, de 54 anos, tem uma história curiosa no triatlo. Neste domingo, ela fará sua estreia no Ironman Brasil. Entretanto, em 1987, ela competiu no Mundial do Havaí, ao lado do marido.

— Passei por alguns problemas de saúde nos últimos anos, mas resolvi dar a volta por cima e vou completar essa prova este ano e dedicá-la à minha mãe, que faleceu no ano passado. Sempre gostei
de treinar, mas, para fazer o Ironman, o treino é mais sério, e eu quero completar, pois meus filhos, hoje crescidos, estarão lá para ver — diz ela.

Além da paixão pelo esporte, os dois concordam em outra coisa. Sempre ouvem a eterna pergunta sobre a razão de fazer uma prova tão longa e dolorosa. Resposta? Está lá em cima, na primeira linha.
Marcos Dantas é colunista do Pulso e disputou o Ironman Brasil do ano passado.

Fonte:  Pulso

quinta-feira, 26 de maio de 2011

O caos permanece no RN e manifestantes contestam as administrações de Micarla e Rosalba

Duas mil pessoas fazem protesto pedindo saída de Micarla e Rosalba

Na maioria jovens, manifestantes tomaram cruzamento das Avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira para protestar contra prefeita e governadora.

Por Alisson Almeida
Fonte: NOMINUTO
Foto: César Augusto
Protesto teve início às 18h e só começou a se dispersar perto das 20h, quando a chuva começou a cair.
Fotos
Vídeos
Numa das maiores manifestações de rua já vistas em Natal, cerca de duas mil pessoas, principalmente jovens, universitários e estudantes de escolas públicas e privadas, ocuparam o cruzamento das Avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira, em frente ao Shopping Midway Mall, na noite desta quarta-feira (25), para pedir a saída da prefeita Micarla de Sousa (PV) e da governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

Flash Nominuto: confira mais fotos do protesto

O protesto teve início às 18h e só começou a se dispersar perto das 20h, quando a chuva começou a cair. De acordo com manifestantes, o movimento é "descentralizado" e foi convocado através das redes sociais Twitter e Facebook.

O jovem Marcos Aurélio comparou a manifestação em Natal com os protestos em curso na Espanha, onde milhares de pessoas se tomaram as ruas de Madri e outras cidades espanholas para reivindicar pela "democracia real". "É a revolução das redes sociais", disse entusiasmado.

Bruno Costa, integrante da Juventude do PT, disse que os estudantes iniciaram uma onda de protestos desde o aumento da passagem urbana para R$ 2,20. "Mas depois vimos que o problema não era só o transporte, mas era generalizado. Como não se discute saídas negociadas, o jeito é vir para as ruas protestar", explicou.

TV Nominuto: #ForaMicarla pára trânsito nas principais avenidas de Natal

Apesar de militante petista, Bruno afirmou que o movimento é "apartidário" e "auto-gestionado". "A manifestação foi convocada pela internet e não é iniciativa de nenhum partido político".

Além da juventude petista, militantes do PCdoB, PSB e até do DEM participaram do protesto, mas a maioria dos presentes era formada por jovens sem nenhuma ligação partidária.

Com nariz de palhaço e uma placa com as frases "Fora Micarla", "#riogrevedonorte" e "Buracos de Natal", Alice Lemos, 21 anos, estudante do curso de Ecologia da UFRN, disse que resolveu participar da manifestação por considerar "insuportável a falta de rumo" da administração da prefeita Micarla de Sousa.
Foto: César Augusto
"Micarla prometeu muita coisa, mas fez tudo ao contrário. A situação nas escolas está uma vergonha", desabafou.

"Micarla prometeu muita coisa, mas fez tudo ao contrário. A situação nas escolas está uma vergonha", desabafou.

O tom de crítica foi o mesmo do estudante Felipe Marinho, 23 anos, aluno do curso de Publicidade da UFRN. "A cidade está um caos, em péssimas condições em todas as áreas. Transporte, saúde e educação simplesmente não funcionam".

O taxista Reginaldo Firmino, 48 anos, vestiu-se de Papai Noel para chamar a atenção de quem passava pelo local. Ele disse que o povo de natal estava se sentindo "humilhado" pela situação em que a cidade se encontra. "O povo está sofrendo com o abandono da cidade", queixou-se.

Apesar de haver manifestações contra a governadora Rosalba Ciarlini, os principais gritos de guerra que ecoaram entre os jovens eram mesmo direcionados à prefeita Micarla de Sousa.

Faixas e cartazes com "Fora Micarla", "O povo está na rua, Micarla a culpa é sua" e "Micarla, a pior prefeita do Brasil" foram estendidas nos cruzamento das duas avenidas. Os jovens usaram nariz de palhaço, buzinas, apitos, megafones e chegaram a queimar pneus para expressarem sua revolta.
Foto: César Augusto
Faixas e cartazes foram usadas na manifestação.

Houve princípio de tumulto e discussão entre manifestantes e alguns motoristas incomodados com a interdição do trânsito. A Polícia Militar observava tudo à distância, chegando a intervir algumas vezes para evitar maiores problemas.

Alguns motociclistas tentaram avançar contra os manifestantes. Motoristas saíram dos carros para enfrentar os jovens, mas a discussão foi contida rapidamente. Um dos momentos mais tensos foi quando duas ambulâncias tiveram dificuldade para passar pelo protesto.

Passageiros de ônibus e alternativos que passavam pelo lugar se dividiram entre o apoio e a rejeição ao movimento. Os que reclamavam insultavam os jovens com gritos de "vagabundos" e "arruaceiros". Outros aplaudiam e faziam gestos em sinal de aprovação.
Foto: César Augusto
Passageiros de ônibus e alternativos que passavam pelo lugar se dividiram entre o apoio e a rejeição ao movimento.

A vereadora Sargento Mary Regina (PDT), única representante da Câmara Municipal presente ao protesto, disse considerar a manifestação "legítima" e afirmou que essa era apenas "o início da ação popular".

"A ação popular está só no início e vai tomar cada vez mais forma e corpo para pedir o impeachment de Micarla. A população tem que se unir, se não perderemos nossa cidade", declarou.

O ex-vereador Hugo Manso (PT) disse que a manifestação representava a "absoluta ruptura entre o povo e a gestão municipal". "Não há a menor sintonia. Esse movimento é espontâneo, em defesa principalmente da saúde e da educação. Não há líderes dirigindo isso aqui. Estou aqui como cidadão", completou.

Às 19h30, os manifestantes liberaram uma faixa da Avenida Bernardo Vieira. Depois, sentaram-se na outra faixa da pista, no cruzamento com a Avenida Salgado Filho, para evitar que outros carros furassem o bloqueio.

Quando começou a chover, perto das 20h, os jovens seguiram em caminhada pela Avenida Salgado Filho, no sentido Centro - Zona Sul. Pararam no cruzamento com a Avenida Antônio Basílio, descendo em seguida para a Avenida Prudente de Morais, onde se concentraram em frente ao Hiper Bom Preço.

Um dos mais manifestantes mais entusiasmados, o advogado Dayvson Moura disse que "Micarla conseguiu o milagre de unir militantes de diversos partidos de direita e de esquerda".

"O próximo ato será em frente à Câmara Municipal. Vamos pressionar até que algum vereador dê entrada ao pedido de impeachment contra a prefeita Micarla de Sousa", contou.

Mas enquanto os vereadores não tomam a iniciativa, durante a manifestação foram colhidas assinaturas para dar entrada a uma ação popular na Câmara Municipal pedindo a saída de Micarla de Sousa da Prefeitura de Natal.

Veja também:

#foramicarla: A praça Tahrir também é aqui

Jovens fazem protesto pedindo saída de Micarla de Sousa e Rosalba Ciarlini

Protesto para avenidas de Natal

“Para mudar esse caos, é preciso compromisso social”

Servidores públicos em greve somam 16 mil no RN

 

 

 

quarta-feira, 25 de maio de 2011

A greve dos ônibus acabou, mesmo sem acordo entre as partes...

            A greve dos motoristas e cobradores de ônibus acabou, mas sem acordo, fica em aberto as negociações em reuniões entre empresários e trabalhadores no TRT.
            Segundo a Tribuna do Norte, "Os rodoviários e os empresários terão reuniões constantes até o dia 8 de junho, quando ocorrerá nova reunião no TRT para que haja o acerto sobre situação dos profissionais. Os empregados, no entanto, não descartam nova paralisação caso as partes não cheguem ao acordo."

O poder da internet nas greves contra o caos no Rio Grande do Norte

O poder dos natalenses nas redes sociais contra o caos no Rio Grande do Norte

Fonte: NOMINUTO

Não importa quem você é, o que faz da vida, qual religião segue ou de que raça pertence. Independente disso tenho absoluta certeza que você, caro poiguar, já anda com a cabeça cheia de incertezas e, principalmente, revolta depois de uma enxurrada de paralizações dos serviços públicos que revelam a realidade caótica e desequilibram Natal e o Rio Grande do Norte.

É, a coisa tá feia por aqui. Tá começando a ficar chato morar em uma cidade onde o que se vê é apenas problemas. Solução que é bom, a gente não encontra mais um pingo por aqui. De um lado é uma copa engasgando, esmaecendo e difícil de acreditar que sejamos sede, mesmo com as garantias que nos falam. No meio, o caos de viver sob o poder das greves que travam a capital. E por fim, do lado mais crítico, uma linha de políticos e empresários que parecem não querer cuidar da própria cidade em que habitam e só pensam em si mesmos.

O que é isso? É a pegadinha do malandro? Fim dos tempos? Não, não é nada disso. É realidade destruindo sem dó uma cidade cheia de cultura, vida e tradição, onde deveríamos exportar nosso exemplo para outras capitais, mas que infelizmente está entregue cegamente o padrão de outras que sequer tem as riquezas que aqui se encontram.

Mas talvez essa situação perturbadora que colapsa toda uma estrutura já esteja sendo contornada. Aliás, já é realidade. Está mais do que provado que o papa-jerimum tem força, pelos menos no quesito internet, assim como acontece nas redes sociais, como Twitter, estamos descobrindo um caminho que não sabíamos.

Há dias, deslanchamos o vídeo da professora Amanda Gurgel, país adentro, quando criticou a falta de estrutura da educação do RN, assim como acontece em demais regiões do Brasil. Fizemos parte disso. Já nos tornamos história e dignos de respeito e consideração.

Ainda no microblog, criamos a hastag #riogrevedonorte como uma forma de protestar contra o quadro atual e decadente da desorganização dos gestores, e tivemos o termo mais comentado durante toda a segunda-feira (23) a nível nacional (Trending Topics Brasil) quando imperou a greve dos rodoviários.

Foto: Reprodução/Orkut
Comunidade Rio Greve do Norte criada no Orkut já passa dos 6 mil membros.
No Orkut, foi criada a comunidade “Rio Greve do Norte” e desde domingo (22) quase 10 mil membros já se entrosaram por lá e iniciaram um debate articulando entre eles mesmos uma maneira civilizada de colocar ordem na situação.

No Facebook, quase 2 mil pessoas já confirmaram presença em um manifesto chamado Paralisar Natal: #RioGrevedoNorte, que será realizado nesta quarta-feira (25) às 18h, nas proximidades do Midway Mall. Jovens e adultos, de todas as partes da cidade estão decididos a mudar a situação em busca de cidadania usando apitos e cartazes e faixas.

Essas intervenções não são apenas parte de mais algumas. São avanços e devemos reconhecer isso. Que essas atitudes sirvam pra mostrar que somos um povo capaz de aprender a lutar pelos direitos e fazer a nossa parte como cidadãos cobrando das autoridades melhores condições de vida. De saúde, pelo menos, e se não for pedir demais.

Mas não devemos esquecer que fazer barulho somente na internet não reorganiza a cidade. Se você, assim como todos estão insatisfeitos com a atual gestão, mostre sua força e ganhe espaço nas ruas desta capital. Junte sua galera, saia do mundo cibernético e conquiste seus direitos, através de um manifesto pacífico, sem badernas e com consciência, com o que melhor sabemos fazer: usar a voz.

Acorda, Rio Grande do Norte!

terça-feira, 24 de maio de 2011

Bob Dylan

O último nome de um dos grandes legados norte-americanos

07 de maio de 2011 | 0h 00

Alexandre Matias - O Estado de S.Paulo
A importância de Bob Dylan pode ser medida de muitas formas. Ele foi um dos personagens centrais na luta pelos direitos civis nos anos 60, ajudou o rock a entrar na maturidade e se tornar o principal gênero musical da segunda metade do século passado, misturou alta e baixa cultura em letras que citavam a Bíblia, Shakespeare e os beats, expandiu a duração da música pop, fez a country music sair da Disney particular em que estava se enfiando (Nashville) e reabilitou Johnny Cash, apresentou maconha aos Beatles, duvidou (várias vezes) da religião, da cultura de seu tempo e dos próprios fãs. Montado no cavalo da contradição, foi o último caubói do Velho Oeste chamado Estados Unidos - ironicamente um judeu de Minnesota que fez sucesso entre os intelectuais nova-iorquinos.
Mas Dylan talvez mereça ser lembrado como o sujeito que salvou um dos maiores legados do século passado: a canção norte-americana.
Uma tradição que se iniciou quando definiram que os novíssimos discos de vinil não podiam carregar mais do que quatro minutos de música - e, portanto, não serviam para gravar música erudita. Foi inventado um gênero que misturava a tradição popular ao modelo fordista de produção - e logo os cânticos do povo eram enquadrados ao formato introdução-estrofe-refrão-estrofe-solo-refrão, que funcionou como terreno fértil para novos mestres como os Gershwin, Cole Porter, Irving Berlin, Johnny Mercer e Louis Armstrong. A canção popular, como o carro, o jeans, o cinema e o computador, é um dos grandes legados da cultura americana do século passado para a História.
Mas aí veio o rock, que começou truculento e rude como uma espécie de baião ianque, e a música começou a perder sutileza e nuances. Com o rock veio a guitarra elétrica e o barulho - e em menos de dez anos após a aparição de Elvis Presley, a canção norte-americana estava fadada a sumir sob uma avalanche de microfonia, berros e quadris sacolejantes.
Mas aí veio Dylan, a princípio quietinho com seu violão e voz mirrada, e chamou a responsabilidade para si. E fugindo do óbvio, detectou as principais tendências de seu tempo como forma de fugir delas. Negou o título de porta-voz de uma geração, foi elétrico quando ser elétrico era sinônimo de adolescência, se isolou no campo quando o movimento hippie veio bater à sua porta, não teve medo de expor seus sentimentos e ansiedades numa persona arredia, canta - até hoje - as mesmas músicas cada hora de um jeito diferente. Mas ainda são canções. Ainda seguem a tradição inventada no tempo em que o vinil era uma novidade tecnológica tão excitante quanto a música digital hoje em dia. Comemorar seu aniversário é obrigação de todos nós.
ALEXANDRE MATIAS É EDITOR DO LINK
Fonte: O Estadão

Dylan, 70, em páginas

por Rose Saconi
24.maio.2011 07:01:48
Bob Dylan completa 70 anos hoje.  Nascido Robert Allen Zimmerman em Duluth, Minnesota, em 24 de maio de 1941, adotou seu codinome em homenagem ao poeta Dylan Thomas. Em 50 anos de carreira, o compositor de sucessos como Blowin’ in the Wind e Like a Rolling Stone, tornou-se um dos maiores mitos da música popular americana no século 20.
Nas páginas do Estado e do Jornal da Tarde,  um pouco da história do ídolo.
JT – 30/08/1966
1969
Anos 70
.
.

Anos 80

Os shows no Brasil
1990
1991
1998
2008
Tratamento de Imagens: José Brito
Fonte: O Estadão 

17ª Corrida Soldados do Fogo

A 17ª Corrida Soldados do Fogo é uma realização do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte.
Para a prova, que terá a chancela da Federação Norte-rio-grandense de Atletismo – FNA, seguindo os padrões exigidos pela Confederação Brasileira de Atletismo – CBAt, será estabelecido um percurso com duas possibilidades de distância: 5Km e 10Km.

III CORRIDA NOTURNA DO SESI

Apresentação

O Serviço Social da Indústria do Estado do Rio Grande do Norte realizará no dia 04 de junho a III Corrida Noturna do SESI, com percursos de 10 e 5 quilômetros.
A corrida tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores da indústria, seus dependentes e comunidade em geral, integrando toda a família em atividades sócio-esportivas. A área de Cultura, Esporte e Lazer do SESI por meio deste evento pretende contribuir para a cultura esportiva do Estado em relação a prática de atividade física, incentivando a participação de pessoas de todas as idades.
O evento contará ainda com a III Corrida Infantil, onde crianças de 5 a 10 anos poderão participar da brincadeira com direito a medalhas entregues pela turma do SESINHO.
Haverá premiação especial para os industriários, onde os dois primeiros colocados das categorias, masculino e feminino dos 10 Km, ganharão uma viagem para São Paulo, com todas as despesas pagas, para participar da Corrida de São Silvestre. Todos os participantes concorrerão a R$ 10.000,00 em prêmios.

As três melhores caracterizações juninas, masculino e feminino, serão premiadas com vale compras na loja Adidas. Venha fazer parte desta festa.
Fonte:  III Corrida Noturna do SESI

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Marcha da Greve RN

Servidores em greve preparam marcha

Atualmente, pelo menos 20 mil deflagraram movimento paredista, e não há previsão para o fim das paralisações.

Por Dinarte Assunção


Foto: Arquivo Nominuto.com
Servidores do Governo do Estado lotados na capital se preparam para uma mobilização na próxima quarta-feira (25) no Machadinho. O objetivo é pressionar o Executivo a conceder aumentos salariais. Atualmente, pelo menos 20 mil deflagraram movimento paredista, e não há previsão para o fim das greves.

Estão paralisados os serviços ofertados pelos professores da rede de ensino (18 mil promovem a greve), polícia civil (pouco mais que 1.300); técnicos da Secretaria Estadual de Tributação – SET – (600) e Detran (260).

Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e o Instituto de Desenvolvimento Econômico e de Meio Ambiente (Idema), que juntos somam quase mil servidores, entram em greve na quarta (25) e quinta-feira (26), respectivamente. A Junta Comercial do RN (Jucern) paralisará as atividades por três dias a partir também da próxima quarta-feira.

Além desses, estão sob indicativo de greve para as próximas semanas os médicos e professores da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). Servidores da Fundação José Augusto (FJA), da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn) e Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn) podem também aderir ao movimento paredista.

As paralisações decorrem da tentativa de aplicação dos Planos de Cargos, Carreiras e Salários de cada categoria, aprovados nas gestões de Wilma de Faria e Iberê Ferreira, ambos do PSB.

“Aproximadamente R$ 220 milhões é quando custa a folha de pagamento do Governo do Estado. Só no primeiro quadrimestre foi arrecadado R$ 1,03 bilhão, um aumento de 20% em relação ao mesmo período do ano passado. O Governo do Estado vir a público dizer que não tem dinheiro é algo de que devemos duvidar”, comentou João Luiz Pereira, coordenador do Comando de Greve da SET.

Até o fechamento da matéria, o secretário-chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado, Paulo de Tarso Fernandes, não foi localizado pela reportagem para comentar o assunto.

sábado, 21 de maio de 2011

O fim do mundo 21 de maio de 2011?

 Bom, um cidadão chamado HaroldCamping de uma ceita (não me perguntem se ele aceita cheque...), inclusive ele tem até uma "Empresa sem fins lucrativos", é melhor voltar para o assunto, continuando, ele disse que o mundo acaba hoje, vixe! Não fiz nada! Será que já tem alguém correndo nu nas ruas? O que você faria se tivesse certeza que o mundo ia acabar hoje? Pense bem...
  O clipe cantado por Paula Toller fala sobre isso, a pessoa parece que aproveitou, mas o mundo não acabou...
Bom, fim do mundo Só mesmo no Rio Greve do Norte, que na segunda feira vai estar de greve.
  
Mesmo que o mundo não vá acabar hoje, aproveite os eu dia!

Rio Greve do Norte

 
   Potiguares preparem-se! Segunda feira teremos greve dos motoristas de ônibus, da polícia civil, da educação, do Detran e outras tantas categorias que prometem entrar em greve diante da inércia do governo do RN. As pessoas já ironicamente já denominaram nosso estado de RIO GREVE DO NORTE, acredito que nunca tivemos tantas greves de uma só vez, acho que existe algo de errado...

       Adivinha que vai sofrer as conseqüências? Sim, nós mesmos que pagamos tantos impostos e não temos nem os serviços básicos funcionando em nossa sociedade, sem ônibus a cidade vira um caos, atrasa as empresas e comércios devido a locomoção de seus empregados, sem polícia aumentam os furtos, roubos, assassinatos, estupros e as investigações ficam paralisadas.



Os jovens, como sempre, ficam sem aulas já é comum, pois mesmo sem greve eles não tem aula devido a uma caixa d´água que ameaça desabar, uma reforma que nunca é concluída ou mesmo a falta de professores no quadro da escola.






E depois da greve de ônibus, os empresários vão aproveitar para dar aquele aumento na passagem de ônibus? 
A conta de água vai aumentar, mas qual é a qualidade da água? Quanto ela tem de coliformes fecais e de nitrato, este último causa câncer...


 Vamos pagar mais caro por uma água que causa câncer?
   Para onde está indo o dinheiro dos impostos que pagamos? Cadê a "Justiça" e o Ministério Público?
Pensem nisso, lembrem que o ano que vem tem eleições!

sexta-feira, 20 de maio de 2011

XIX Semana de Humanidades - CCHLA/UFRN


XIX SEMANA DE HUMANIDADES
6 a 9 de junho de 2011

A afirmação das minorias, chegando aos limites da discriminação positiva, poderia nos fazer pensar se estamos nos esquecendo de nos misturar, ocupados em decantar vozes e delimitar espaços para fazer frente aos malefícios da globalização. No entanto, vivemos em pleno “segredo de liquidificador”, talvez sem toda a sensualidade que Cazuza imprimiu a seu verso, mas com todo o barulho e todo o sabor que resulta desse barulho. Não nos ocupamos mais de miscigenações ufanistas para nos orgulharmos da alquimia transcendental de uma trindade de “raças”, mas continuamos a misturar, oferecendo ao barulho geral o biscoito fino de que falava Oswald, que exigirá um paladar refinado, capaz de captar todas as nuances de sabores. E aí está nossa tarefa, que esta versão da Semana de Humanidades vem reforçar: ajudar a massa a apreciar o sabor do biscoito fino, mas, sobretudo, aprender e apreender os saberes que toda mistura encerra.

 Clique aqui para entrar no site da XIX Semana de Humanidades

CIRCUITO NIGHT RUN NATAL - 1ª Etapa

 
CIRCUITO NIGHT RUN NATAL - 1ª Etapa



Todos os meses um percurso diferente! Inscrições Abertas!



INFORMAÇÕES AOS PARTICIPANTES:

.INSCRIÇÕES LIMITADAS A 500 PARTICIPANTES

.PROVAS: 4KM E 8KM

.EDIÇÃO 01: PERCURSO PETRÓPOLIS

.DATA: 11/JUNHO

.LARGADA: 17:30H

.LOCAL DE LARGADA: AV. CAMPOS SALES, ATRÁS DO COMPLEXO AMÉRICA

.ENTREGA DE KITS: DIA 10/JUNHO (LOCAL A DEFINIR)

.CAMISETA COM TECIDO ESPECIAL

.CHIP ELETRÔNICO DE USO ÚNICO

.PREMIAÇÃO DIFERENCIADA

.GRUPOS DE CORRIDA E ACADEMIAS, ENVIAR EMAIL PARA RESERVAR ESPAÇO PARA MONTAGEM DE TENDAS DE APOIO, ATÉ DIA 05 DE JUNHO DE 2011 (nightrunnatal@unikaeventos.net)


Aos grupos de corrida,

A partir do mês de junho, Natal terá o circuito de corridas noturnas NIGHT RUN NATAL, que tem como objetivo incentivar grupos de corridas e academias a treinarem e interagirem.

Natal vem absorvendo cada vez mais a corrida de rua, e sempre é necessário fazer com que os praticantes se estimulem cada vez mais.

Serão provas mensais, com formato e percurso reduzidos, para que o entretenimento seja a maior atração. Com o apoio do governo do estado e da prefeitura do natal, o circuito NIGHT RUN NATAL, estará crescendo a cada mês e trazendo novidades do mundo da corrida.

Nesta primeira edição, que será realizada dia 11 de junho de 2011, com largada as 17:30h, provas de 4km e 8km, em Petrópolis. O tecido das camisetas será em poliamida com poliéster, próprio para corrida a noite.

Além disso, teremos o chip eletrônico de uso único, que não precisa ser devolvido no final da corrida.

Outra novidade são as medalhas, que terão o número da edição de cada corrida e elas se encaixarão, lado a lado.

Quem participar de todas as provas ganhará um porta-medalha estilizado do evento, para guardar seus prêmios a cada ano.

Também será criada a carteira do clube do corredor, onde vários benefícios serão criados para os participantes de corridas de rua do Estado. Além de informar sobre corridas de todo o mundo, lançamentos de produtos para atletas, descontos especiais em diversos pontos comerciais e descontos em provas no Brasil.

As inscrições já estão abertas pelo site: www.nightrunanatal.com.br e será limitada a 500 participantes. A cada mês teremos um crescimento de 100
participantes.

Os próximos percursos serão informados a
 
penas na abertura de cada inscrição.

Site: www.nightrunnatal.com.br
 
 
Fonte: Natalcrono

Semana Profª Amanda Gurgel

          Essa foi a semana profª Amanda Gurgel, seu depoimento repercutiu nas redes sociais onde milhares de pessoas comentaram e apoiaram a greve dos professores. Não só na internet, mas diante da repercussão na rede, os telejornais (sbt - local e nacional- e RN TV - Globo) se renderam ao apelo popular e entrevistaram a professora.


         O assunto relatado pela professora não é nenhuma novidade, mas a repercussão e a pressão das pessoas comentando obrigaram as redes de tv a dar voz ao apelo. Não é de hoje que o governo (federal e estadual), vereadores, deputados  e senadores não dão a devida importância a rede pública de educação, deve ser por causa que os filhos deles estudam em escolas particulares. É raro o caso de deputados que fazem algo pela educação, muitos só fazem o "discurso" durante a campanha eleitoral, assim como os demais políticos.
    A choradeira no governo (federal e estadual) é que não tem dinheiro, mas tem dinheiro para realizar a copa do mundo, quantas escolas públicas e bairros populares não tem se quer uma quadra de esportes?
   Como um país ou um estado pode ter futuro sem educação? Para que a educação seja o futuro, o investimento deve acontecer no presente.
   O Piso Salarial é lei, o governo tem que pagar, já pensou se a população não pagassem os impostos (que também são lei)? Motivos a população tem, por exemplo,  pagamos impostos e não temos segurança, saúde, educação, praças e quadras públicas, as ruas esburacadas, a lista não tem fim! Então, se o dinheiro arrecadado por impostos cobrados a população não está indo para os serviços básicos, para onde vão?
   É de quem é o dever de fiscalizar e cobrar dos gestores públicos (governo, secretaria de educação e etc.) que o dinheiro destinado a educação seja investido de fato na educação, desde estrutura física das escolas até o salário dos professores, não adianta o Ministério Público ficar apenas fiscalizando se o professor come " o cuscuz alegado" da merenda do aluno, mas cobrar das autoridades que cumpram os seus deveres e a lei (o piso salarial é lei!).
   Se mexe Ministério Público, ou será que a justiça vai esperar o tempo passar, alunos ficarem sem aula, e então dizer que a greve é ilegal? Qual o motivo da justiça não organizar as negociações? A justiça está do lado de quem? As pessoas perguntam isso.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Gilberto Gil, Zélia Duncan, Marcelo Tas comentaram e apoiaram a declaração da profª Amanda Gurgel

O efeito revelador da verdade 


 
Testemunho de professora da rede estadual ganha as redes sociais como retrato da educação no país
Jussara Correia // jussaracorreia.rn@dabr.com.br

A s declarações de uma professora da rede estadual de educação, indignada com as condições de trabalho e a má qualidade do ensino público, tem circulado o Brasil inteiro e colocou as deficiências da educação do Rio Grande do Norte em evidência. A professora Amanda Gurgel não economizou críticas aos entes públicos durante uma audiência pública, realizada na Assembleia Legislativa.

As palavras verdadeiras caíram como uma bomba nas redes sociais. As reflexões fizeram com que o vídeo postado no site YouTube - uma reprodução do programa exibido pela TV Assembleia - alcançasse mais de 70 mil acessos. Rapidamente o assunto dominou os comentários no microblog Twitter, chegando ao Trending Topics, os dez assuntos mais comentados na rede social. Uma rápida consulta ao Google revela centenas de referências ao discurso revelador da professora, que está sendo tratado por muitos como o resumo da educação no país. A repercussão na rede não passou despercebida pelos portais denotícias como O Globo, Época e o R7, além de ganhar espaço em vários blogs que tratam de Educação e Direito.

Paladina da educação
As palavras da professora encontraram eco em membros representativos da sociedade. Entre as inúmeras referências ao assunto no Twitter, o ex-ministro da Cultura Gilberto Gil deu o seu veredicto: "Ótimo depoimento da professora Amanda Gurgel". A cantora Zélia Ducan foi além, dizendo que "A profra Amanda Gurgel, essa sim, vai pro céu! Isso sim, faz pensar e exige uma ação, meu povo!".

Já o apresentador multimídia Marcelo Tas utilizou o vídeo para falar sobre a situação da educação no país, postando em seu blog: "Nos últimos 16 anos + 4 meses + 18 dias os governantes nos disseram que Educação é PRIORIDADE do governo deles (me refiro a FHC, Lula e Dilma, e deixo o passado-igualmente nefasto neste quesito- para trás). Desculpem os ilustres citados, mas na minha avaliação, no dicionário deles prioridade é sinônimo de blábláblá".

Tas encerra citando a professora: "Amanda Gurgel, portadora de um contra-cheque de R$ 930 reais mensais, é chamada ao microfone durante Audiência Pública na Assembléia que debate o estado atual da Educação no estado do RN. Em exatos 8 minutos, desenha com precisão, clareza e sobretudo com dignidade o seu estado de espírito como professora e o estado da Educação no Brasil. Professora Amanda, conte com meu apoio, respeito e admiração!".
O vídeo
Amanda iniciou seu pronunciamento falando do salário de R$ 930, afirmando que tal valor não era suficiente para que os educadores tivessem uma vida digna. "Todos aqui falaram de números e eu gostaria de começar a minha fala apresentando um número também. São três algarismos: 9, 3 e 0. Os números do meu salário base. Gostaria que os senhores me respondesse se conseguiriam manter o padrão de vida atual com esse salário. Não pagaria nem a indumentária para frequentar esta Casa", disse.

A secretária estadual de Educação, Betânia Ramalho estava entre as convidadas e se tornou "alvo" de Amanda. "Com todo respeito, secretária, mas asenhora diz que o governo não pode ser imediatista e resolver todos os problemas da Educação de uma só vez. Mas a minha necessidade de alimentação é imediata. O fato é que em nenhum governo a Educação foi prioridade", declarou.

O deputado Hermano Morais, propositor da audiência, e a secretária estadual de educação foram procurados para repercutir o vídeo, mas não deram declarações.
Fonte: Jornal Diário de Natal